Gigante invisível: uma pesqueira, entre quintas, no leito do rio Sabor (Torre de Moncorvo, Portugal)

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Mauro Correia

Resumo

Durante os trabalhos de salvaguarda e registo patrimonial efectuados no decorrer do Aproveitamento Hidroeléctrico do Baixo Sabor (AHBS), entre os anos de 2009 e 2014, foram inventariados, registados e estudados mais de um milhar de construções e modificações na paisagem do vale do rio Sabor efectuadas em período histórico. As estruturas fixas para pesca, vulgarmente designadas por pesqueiras, fizeram parte desse mesmo inventário e estudo. Destas, uma delas destacou-se pela sua monumentalidade, características e configuração incomuns, qualidade construtiva, que se afasta das técnicas vernaculares de construir, e localização entre duas grandes propriedades agrícolas, as quintas da Laranjeira e do Travelo, numa zona em que o vale do rio Sabor se apresentava menos encaixado e abrupto. É acerca desta construção que se estrutura o presente estudo onde, para além da sua descrição e caracterização técnica, construtiva e cronológica, se procurará, através do enquadramento fisiográfico, tipológico e histórico, apresentar fundamentações para o carácter excepcional, quer ao nível do território do vale do rio Sabor, quer a nível nacional, desta estrutura fixa de pesca que hoje se encontra submersa pela albufeira do escalão de jusante do AHBS.
DOI

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Correia, M. (2021). Gigante invisível: uma pesqueira, entre quintas, no leito do rio Sabor (Torre de Moncorvo, Portugal). Revista Memória Rural, (3), 260-291. Obtido de https://museudamemoriarural.pt/revistamemoriarural/index.php/revista/article/view/105
Secção
Artigos da Revista Memória Rural, nº 3
Biografia Autor

Mauro Correia

Licenciado e Mestre em Arqueologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Entre os anos de 2009 e 2015 esteve envolvido, como arqueólogo, no Projecto de Salvaguardo do Património do Baixo, integrando a equipa de Levantamento e Estudo de Património etno- -arqueológico e edificado do vale do rio Sabor. Actualmente trabalha como arqueólogo independente. (maurocorreia_arq@outlook.pt)