Do Felgar para os Estados Unidos da América, [1911- 1920]. Primórdios e protagonistas da emigração

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Carlos Seixas

Resumo

Enquanto realidade efectiva e presente com destaque no patamar da memória rural de uma qualquer aldeia sita no interior deste nordeste transmontano, com o presente artigo, visa o autor abordar e dar a conhecer um dado quadro social consubstanciado nos primórdios da emigração para a América e seus protagonistas, quais pequenos heróis anónimos nesta busca de um sonho.
Ainda que duplamente limitado, quer nas fontes documentais consultadas, basicamente, os passaportes do Arquivo Distrital de Bragança e o site da Family Search, quer na sua dimensão espaço temporal, uma vez que a emigração, aqui abordada, traduz uma pequeníssima gota de água mui circunscrita a uma década e bem diluída na imensidão do grande oceano da diáspora portuguesa, tentando fazer jus ao título do presente estudo e reconhecendo a coragem de alguns na opção do destino transatlântico e na demanda de um novo e desconhecido mundo na costa leste da América, foram estes, em suma, os motivos que nos levaram a elaborar este estudo.
DOI


 

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Seixas, C. (2022). Do Felgar para os Estados Unidos da América, [1911- 1920]. Primórdios e protagonistas da emigração. Revista Memória Rural, (5), 214-235. Obtido de https://museudamemoriarural.pt/revistamemoriarural/index.php/revista/article/view/161
Secção
Artigos da Revista Memória Rural nº 5
Biografia Autor

Carlos Seixas

Natural e morador no Felgar, concelho de Torre de Moncorvo, advogado, investigador.